terça-feira, 4 de junho de 2013


A Gestão Democrática é uma forma de gerir uma instituição de maneira que possibilite a participação, transparência e democracia. Esse modelo de gestão, segundo Vieira (2005), representa um importante desafio na operacionalidade das políticas de educação e no cotidiano da escola. A gestão democrática desencadeia uma participação social nas tomadas de decisão; na destinação e fiscalização dos recursos financeiros e nas necessidades de investimento; na execução das deliberações coletivas; e nos processos de avaliação da escola.
A  eleição de diretores das escolas públicas, na forma direta e pelo voto, às vezes universal, representou um marco e um avanço da gestão democrática, pois demonstra a superação da forma clientelista de ocupação deste cargo, feita até então, por indicação política na maioria dos Estados e Municípios.
A partir da eleição do diretor escolar, tem-se como pressuposto a ideia de que há uma nova relação política, firmando-se uma compreensão inicial de que o diretor escolar passa a ser o representante da escola junto ao Estado, e não o representante  da Secretaria de Educação. [...]dentro da tradição marxista, a perspectiva do conflito deriva não de uma escolha de vontade, mas da própria materialidade das relações sociais ordenadas por uma estrutura classista.” (FRIGOTTO, 1998, p.28)
Nesse sentido, observa a importância da concretização desse ato como, prática efetiva dos Estados e Municípios para que possamos falar em gestão democrática.  
Embora tenha sido uma conquista  adquirida pela CONAE em 2010 ainda encontramos municípios que não fazem desse ato uma prática, a exemplo do nosso Município de Ibotirama que em 2010, teve a primeira eleição para diretores, mas devido os diretores não acreditarem, nem compreenderem o processo registraram sua candidaturas e desistiram preferindo permanecer no cargo por indicação. Apenas duas escolas passaram pelo processo eletivo. Terminado o mandato de três anos conforme previa o plano de carreira uma nova eleição ainda não aconteceu retornando a prática de indicação política, porém há uma luta entre o Sindicato e o gestor público para que haja eleição ainda este ano.


Agora assista a um vídeo sobre GESTÃO DEMOCRÁTICA, que fala sobre o assunto em questão.

video



Vamos analisar a charge que representa bem que representa o tema que estamos discutindo e que vem contextualizar tudo o que descrevemos.




Você acha importante a gestão democrática para diretores?